Acesse a
extranet

Menu

Trabalho, Conquistas e Resultados

Presidência do Senado

Na presidência do Senado, Eunício se destaca pela agilidade nas votações e resultado histórico

Eunício conduz sessão do Senado Federal

Diálogo, participação e resultados foram as principais marcas do primeiro ano de trabalho do senador Eunício Oliveira (MDB-CE) como presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional.

Eunício cumpriu exatamente o que se comprometeu a fazer quando foi eleito, no início de 2017, para o comando do Legislativo brasileiro: promover união e entendimento entre senadores e senadoras, partidos, lideranças políticas e população, em prol de um objetivo comum, o Brasil.

Maior participação dos parlamentares em relatorias de projetos, comissões e decisões da Casa Na presidência do Senado, Eunício se destaca pelo diálogo, agilidade nas votações e resultado histórico deram o tom e o ritmo dos trabalhos legislativos.Os resultados logo apareceram.

Dados divulgados pela secretaria-geral da Mesa do Senado revelam que o número de matérias apreciadas em Plenário, em 2017, foi o maior desta década.

Os senadores votaram 271 proposições, entre propostas de emenda à Constituição (PEC); medidas provisórias; projetos de lei, de decreto legislativo e de resolução do Senado, sem contar aquelas matérias aprovadas em caráter terminativo nas comissões.

Eunício Oliveira afirmou que o Senado chegou ao fim do ano com alta produtividade legislativa, onde foi possível o desenvolvimento de uma agenda positiva focada na retomada do desenvolvimento do país.

O presidente afirmou que o trabalho continuará intenso em 2018.

“Reitero meu compromisso em pautar nas comissões e no Plenário matérias que atendam aos interesses da população. Assim contribuiremos no processo de crescimento da economia brasileira”, ressaltou Eunício.


Fruto de medidas de economia e racionalização de gastos, o presidente anunciou que o Senado cumpriu o teto de gastos previsto na Emenda Constitucional 95 e devolveu aos cofres públicos R$ 203 milhões em 2017, sem deixar de garantir eficiência, investimentos em infraestrutura de tecnologia, comunicação e instalações prediais.

Segundo Eunício, os recursos economizados permitirão investimentos nas áreas da saúde, educação e segurança pública, consideradas prioridades para a população brasileira.

O senador buscou manter o saudável equilíbrio entre as instituições, de forma que o Senado Federal fosse respeitado e ouvido pela presidência da República, pela Câmara dos Deputados, pelo Supremo Tribunal Federal e pelo Ministério Público. “Garantimos a capacidade e a independência do Senado em tomar as decisões mais adequadas ao interesse público”, afirmou.